Lifestyle

5 MITOS SOBRE NARGUILES

Quando começamos a fumar narguilé e a conviver com pessoas que também curte, automaticamente começam a aparecer várias histórias, que nunca se sabe se é verdade ou não. Para te ajudar selecionamos os 5 mitos sobre o narguilé que precisa ser desvendando.

 

5 MITOS SOBRE NARGUILES

5 MITOS SOBRE NARGUILES

 

Mito 1: Alumínio com o lado brilhante para baixo

Esse é um dos maiores mitos sobre narguilé, e podemos garantir que não tem nada a ver. O lado que se usa o alumínio não vai interferir no aquecimento. A única coisa que você tem que fazer é esticar bem o alumínio e fazer a furação certa, só isso.

Mito 2: Leite no vaso faz mais fumaça

Esse é um mito grande, nojento e perigoso. Não existe nada que prove que o leite faça fumaça, e o pior de tudo, esse leite pode estragar, na mangueira, contaminar tudo com fungos e bactérias e deixar você e seus amigos doentes.

Mito 3: Quanto mais melaço melhor

A galera mais nova que curte um narguilé adora fazer fumaça, então inventam de tudo para conseguir muita fumaça, inclusive colocar mais melaço ou juice para ter sucesso, mas a única coisa que vai acontecer é queimar mais rápido, tirando o gosto da essência. Você não quer isso né?

Mito 4: É obrigatório climatizar a essência Tangiers

Antigamente, climatizar a Tangier era bem difícil e desanimava muito, principalmente quem estava começando a fumar narguilé, mas agora não é mais preciso fazer todo aquele ritual, pois, a Tangier já vem climatizada.

Mito 5: Narguile grande funciona e tem mais qualidade que Narguile pequeno

Esse é outro mito, pois o que importa é que o narguilé tenha um rosh bem feito, embalado e com o controle de calor bem feito, além é claro de um vaso grande para caber bastante fumaça e água dentro dele, ou seja, o que importa não é o tamanho do narguilé como um todo e sim se o vaso é grande.

Agora que você já sabe quais são os mitos do narguilé, pode fumar o seu mais tranquilamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.